top of page

Origem da palavra balada. De quem são por direito? Porque dão o nome a todas as canções lentas?

Na verdade por muito que procures, a balada é o sinónimo de romantismo e poesia. Foi uma maneira criada por poetas franceses para descrever o arranjo de poesia em música nos séculos XIV e XV. Consistia numa voz aguda em destaque, contendo o texto, e duas vozes mais graves vocalizadas ou então executadas por instrumentos. Foi um estilo muito popular mas saíu de evidência em meados da metade do século XV. Os alemães no final XVIII utilizavam o termo "balada" para descrever a poesia narrativa folclórica. Chopin, por sua vez, para quatro grandes obras para piano, Opus, foi o primeiro a utilizar em termos musicais a balada. Todas elas, obras para piano. Mais tarde o Opus 19 de Chopin, foi arranjado para piano e orquestra por Gabriel Fauré, dando assim ao inicio das baladas com outros intrumentos para além do piano.



Na verdade por muito que procures, a balada é o sinónimo de romantismo e poesia. Foi uma maneira criada por poetas franceses para descrever o arranjo de poesia em música nos séculos XIV e XV. Consistia numa voz aguda em destaque, contendo o texto, e duas vozes mais graves vocalizadas ou então executadas por instrumentos. Foi um estilo muito popular mas saíu de evidência em meados da metade do século XV. Os alemães no final XVIII utilizavam o termo "balada" para descrever a poesia narrativa folclórica. Chopin, por sua vez, para quatro grandes obras para piano, Opus, foi o primeiro a utilizar em termos musicais a balada. Todas elas, obras para piano. Mais tarde o Opus 19 de Chopin, foi arranjado para piano e orquestra por Gabriel Fauré, dando assim ao inicio das baladas com outros intrumentos para além do piano.




CHEGADA AO HEAVY METAL


Hoje em dia por direito, a balada pertence ao Heavy Metal. Quem não se lembrado famoso album dos Scorpions - Gold Ballads? Ficou nos TOP's de toda europa semanas a fio, e Portugal não foi exepção. Porque é que a Balada é por direito ao Heavy Metal? Porque o Heavy metal tem a mística da poesia e do romantismo na composição das suas canções mais lentas. Depois obedece a uma série de rigores que como vimos anteriormente, um bom exemplo é a "ballade nº1 em G menor da Opus23".

A "brutalidade" com a mistura do mel é o contorno e a filosofia marcante nas canções lentas do Heavy metal. Até porque na música pop internacional e nacional nos anos 70 e 80 chamavam-se "slows". Na altura a balada tinha que obdecer a uma série de regras que ainda hoje os musicos do HM obdecem. Para além da letra, o solo de guitarra, o riff lento e pesado, tanto de guitarra ou do piano, e depois do solo a subida de uma oitava na canção.


Nos nossos dias e com evolução da música os cantores de música POP depressa descobriram o poder de uma guitarra de Heavy Metal num "slow", introduzindo assim o solo de guitarra com guitarristas de cabelo comprido. Se não reparem últimamente nos grupos POP's, quem são os guitarristas que tocam com eles? O sentimento expresso por uma guitarra e um guitarrista de Heavy Metal nunca pode ser comparado com um guitarrista da cena músical POP, isto é a mesma coisa que dizer que o guitarrista de fado nunca poderá tocar numa guitarra portuguesa se não tiver o sentimento, ou melhor dito um tem que aprender o feeling, assim como só se pode tocar o flamenco se tiver o dom. Em fim o orgulho de ser metaleiro é que hoje em dia a música aprendeu muito com o heavy metal e vai aprendendo.

um abraço metaleiro (20160120)




15 views0 comments

Recent Posts

See All

Comments